Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

{ Uma tarde passada no hospital. }

stet.jpg

 

Hoje foi dia de consulta de oftalmologia no hospital, depois de 1 ano e 8 dias à espera e sendo o caso até gravezito.

Poderia escrever um livro acerca desta tarde mas prefiro resumir muito sucintamente o que tenho para dizer:

 

- Consultas nos nossos hospitais suck! (pelo menos em alguns deles. Aguenta pobre!);

 

- Meia hora à espera SÓ para chegar à parte da secretaria; Haja paciência!);

 

- Secar duas horas à espera que nos chamem e quando finalmente o fazem e entramos no gabinte dos testes primários, ser-nos dito que já fomos chamados três vezes!!! eu tenho ouvidos de tísica, vim directamente da receção para a sala de espera e não ouvi nada...!!! WTF?!? Para a próxima é favor carregar no intercomunicador! ( Já ouvi desculpas melhores. Haja paciência - take 2!);

 

- A sala de espera foi invadida por uma pseudo-artista, com mania de vedeta. (Este tópico vai dar um post!);

 

- O médico pareceu-me impecável, apesar do seu ar de cientista louco. (Isto salvou a tarde! )

 

 

 

{ Dos últimos dias. }

happy.jpg

 

(Tira tempo para fazeres o que torna a tua alma feliz.)

 

E é isto que tenho tentado fazer: criar, costurar e elaborar coisas que fazem a minha alma feliz. Não só porque mereço mas também para ocupar a cabeça, a mente, o cérebro.

 

Não consigo ter a paz que preciso e mereço. Acontecimentos sem nexo vêm ter comigo, estando eu tão sossegadinha aqui no meu canto. Acho que nunca respirei fundo tantas vezes na vida. Agir muitas vezes é perder a razão, por isso, ignorar, ser indiferente é o melhor remédio e é a melhor resposta que se pode dar ao que nos tenta afectar. 

 

Just breathe, Miss Pepper, breathe!

{ ainda do Dia do Pai: havia necessidade? }

Assim a frio, no rescaldo do Dia do Pai, questiono-me:

 

Havia necessidade de escarrapachar pelas redes sociais afora fotos dos paizinhos com os seus filhotes de forma explícita, mostrando as caras?

 

Ele é filhos e filhas a dar abracinhos ou beijinhos ao papá (mas nunca ao contrário). Depois não se queixem disto e daquilo. Pessoalmente não concordo nada com isto. A sentir necessidade de mostrar uma ligação com o meu filho (que não tenho), porque não uma foto das mãos dadas, por exemplo?

 

Questiono-me ainda: quantos daqueles pais não estão ali só para a foto? Para mostrar aos outros (sim, porque muita gente funciona segundo o que os outros pensam) que amam muitos os seus filhos mas que fora deste dia não têm cinco minutos para brincar com eles, ler um livro, estar abraçadinhos a ver TV, por exemplo. Ou só estar, sem fazer nada, só dar beijinhos e abracinhos. Parece-me que o tablet é, neste momento, o pai ou mãe das nossas crianças porque educar dá trabalho, mimar não temos tempo e dar atenção muito menos.

 

Amem, mimem e deliciem-se com os vossos filhos porque eles merecem!

fd.jpg

 

Pág. 1/2